Home

O site Ballet para Adultos foi a consequência natural de um trabalho de divulgação do Ballet que se iniciou já há bastante tempo. Há mais de 25 anos o Ballet faz parte de minha vida e a cerca de 10 anos dou aulas de Ballet para estudantes que levam a arte do Ballet muito a sério. Sou bailarina, formada pelo Ballet Márcia Bueno.

Constantemente busco meu aperfeiçoamento como tática para oferecer um sólido aprendizado aos meus alunos.

Para tanto, participo constantemente de cursos e faço aulas semanais com diferentes professores... porque para mim a busca por conhecimento é uma constante. Como podem ver, o Ballet tem uma estreita ligação com a minha vida. Consequência natural disto foi expandir e divulgar o conhecimento adquirido. Primeiro dando aulas no Ballet Márcia Bueno, para bailarinos em processo de formação e adultos, e depois para as alunas portadoras de deficiência visual, da Associação de Ballet e Artes para Cegos Fernanda Bianchini (vale a pena conhecer o belíssimo trabalho da associação).

Sintam-se à vontade para navegar nas páginas deste site, conhecer nosso trabalho e participar dele, se assim o desejarem.

Abraços à todos

Daniela Sanches

8 de fev de 2011

Como são as aulas de ballet para adultos?

 

Geralmente, as pessoas que estão interessadas em iniciar a prática do ballet depois de adultas desconhecem o conteúdo das aulas ou imaginam que as aulas que serão ministradas a elas serão as mesmas que crianças de 4 e 5 anos fazem.  Então, vou explicar de maneira simples e sem muitos termos técnicos qual é a estrutura das minhas aulas.

Inicío sempre as aulas com três sequências de alongamentos. Estes são essênciais e obrigatórios para evitar lesões e preparar o corpo para o que vem a seguir.

A primeira sequência de alongamento é feita no centro. Gosto de praticá–la com os alunos em círculo quando o número de pessoas em sala permite. Começamos pela cabeça e pescoço, passando por ombros, braços até chegarmo à virilha e depois coxas.

Na segunda, que é feita com o auxílio da barra vamos dar ênfase às costas, à cintura e a lombar.

E finalmente na terceira fase de alongamentos, ainda na barra, chega a vez das panturrilhas e dos pés.

A partir deste ponto, com os alongamentos finalizados,  iniciamos a “barra”. A barra básica (que é praticada no inicio do curso ainda de frente para o espelho) é composta por seis exercícios que serão realizados através de sequências simples, porém eficazes, para que o iniciante acompanhe e consiga realizar os movimentos da maneira mais correta possível.

Vamos a eles:

  • Plié: quer dizer flexão. É o começo de tudo : o segredo dos bailarinos para uma técnica perfeita.
  • Battements Tendu: explicando basicamente é extensão da perna e retorno para sua posição inicial, de maneira esticada.
  • Battements Jeté ou Battements Glissé: são realizados da mesma maneira do Tendú. A única diferença é que a ponta do pé da perna que está trabalhando sai do chão antes da perna retornar a sua posição inicial.
  • Ronds de Jambe à terre ou par terre: circulos ou voltas feitas com a perna.  
  • Battement Frappé:  battement batido. É indispensável ao “ataque” que requer certos movimentos do ballet.
  • Grand Battement: parte do mesmo prinicpio dos outros battements, porém a perna que está trabalhando continua o movimento até chegar a 90º ou mais.

Nas primeiras oito aulas são estes os exercícios praticados na barra de maneira menos complexa possível (como já citei anteriormente) para que o aluno entenda o movimento e se “reconheça” executando-os. A partir daí as sequências vão se tornando um pouco mais complexas e vão sendo inseridos na barra novos exercícios e passos. Sempre respeitando a evolução do aluno individualmente (limite pessoal).

Centro

No centro serão aplicados exercícios que trabalhem os braços, o equilibrio, a agilidade e o rítmo.  Sempre monto o centro de acordo com a percepção que tenho sobre cada turma que está se iniciando. Portanto, citar aqui nomes de passos e exercícios seria desnecessário visto que não são regra absoluta em minhas aulas.

Alongamento final:

É praticado mescalando centro e barra como o opbjetivo de trazer os músculos de volta ao estado de relaxamento visando, novamente, evitar lesões.

Espero que tenha sido clara o suficiente. Vale lembrar que isso é apenas o início, que conforme os alunos forem evoluíndo na técnica, novos e mais complexos exercícios serão acrescentados.

Complemente sua leitura sobre o Ballet Adulto com estes artigos:

Se você tiver dúvidas, sugestões ou dicas, envie um comentário através do formulário abaixo.

Participe desta campanha   Informações e Matrículas
Ballet - Permitido para Todos   Informações e Matrículas

3 comentários:

  1. ñ deve ser tao dificio; mais tbm nao e imposivel nao. pq a esperanca e a utima q morre ñ e pra quem gosta vai em frente pq eu ja vou bjao pra todos ai ta

    ResponderExcluir
  2. Parabens pelo seu blog , sempre venho conferir !!!! Sou professora de ballet e agora estou formando uma turma de adultos .
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Faço Ballet faz muito tempo.... Gostei de suas informações e as utilizei para fazer meu estágio de ballet. Obg, Agradeço muito

    ResponderExcluir

O espaço abaixo é reservado para você falar o que você pensa:
    * Sua opinião;
    * Um depoimento;
    * Uma dica de artigo ou matéria;
    * Um elogio;
    * Uma reclamação.



Se quiser deixar o link do seu blog, utilize a opção openID e deixe a url do seu blog.

A sua opinião é muito importante para nós!


Os comentários são lidos por nós antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
    * com propagandas (spam);
    * com link no conteúdo dos comentários;
    * com palavrões ou ofensas.

Para saber mais: